sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Palavras soltas (3)

Porque do mar te trouxe a lua…
Surpreendeu-me ao trazer-te junto a mim, poupando o esforço de em vão te procurar no vazio dos meus dias…
E porque lhe agradeci ela sorriu com doçura, mostrando que vagas são as promessas que não chegam ao seu destino.
A sua fora cumprida!
E os dias ganharam mais minutos.
Estes deram lugar às efémeras horas preenchidas pelo teu sorriso de menino…
E eu quero encontrar a lua.
Quero dizer-lhe o quanto foi minha amiga, minha conselheira.
Mas ela fugiu…
Dançou sobre as ondas namoradeiras que à noite me visitam e sussurram palavras encantadas. E eu sonho contigo!
Sonho com a timidez do passado e a loucura do presente, embalada pela nossa música…
Essa música que não dá na rádio, essa música que ninguém ouviu, a música que cantamos pelo olhar quando nos amamos.
E o futuro, que penso dele?
Prefiro não o imaginar…
Continua a ser uma estrada de estrelas.
Sim, uma estrada de estrelas! Um daqueles caminhos que nos leva até à aldeia da lua. Vamos juntos visitá-la.
E as estrelas brincam enquanto caminhamos…
E, distraídas, nem reparam quando te olho e te aperto a mão com mais força!
Mas agora pede-lhes que brinquem baixinho pedes?
Quero ouvir o beijo que vou receber quando acabares de ler a frase…

Gracinha
2007

2 comentários:

Sutra disse...

(Beijo)


Beijo
Sutra

Margarida disse...

Demais :)

Beijinho, bom fim de semana...